O convívio entre cães é muito semelhante ao dos seres humanos. Assim como nós, eles não gostam de todos os outros cachorros que estão por perto. Seus amigos mais próximos provavelmente possuem os mesmos interesses e grande afinidade. Temos que aprender a lidar com isso e respeitar seus limites.

Causando uma boa impressão: 4 passos para apresentar um cachorro com sucesso

Se você analisar bem, aquele coquetel da empresa sempre conta com pessoas das mais variadas personalidades. Tem o cara espaçoso (alguns podem dizer insistente) que age como se você fosse seu primo distante, te abraçando assim que te encontra. Ele passa o resto da noite invadindo seu espaço pessoal. Há o introvertido, iniciando uma conversa com o gato do anfitrião em vez de falar com qualquer dos outros presentes. Você pode encontrar uma socialite, perfeitamente encantadora, passeando entre os convidados como uma visão brilhante, mas nunca se estabelecendo em qualquer um por muito tempo. Muitas vezes, há pessoas que buscam atenções, fazendo piadas e reunindo muita gente. E então você encontra algumas pessoas que realmente “o santo bate”, com interesses em comum e cria uma amizade.

Por alguma razão, no entanto, quando se trata de cães, muitos esperam que eles sejam sempre o mais popular da festa, cumprimentando seus companheiros caninos com perfeita graça e camaradagem instantânea. Mas apenas porque você é convidado para uma festa não significa que você vai gostar de todos lá. Por que nossos cães? Podemos aumentar as probabilidades deles se dando bem, no entanto.

Cachorros amigos

Aqui estão cinco passos para ajudar a fazer uma apresentação

1. Certifique-se de seu cão realmente gosta de outros cães

Esta primeira etapa é crítica, especialmente se você está considerando ter um segundo cão em casa. Alguns animais toleram outros cães, mas não necessariamente desfrutam de sua companhia. Outros simplesmente não gostam de cães, e agirão de forma agressiva com eles. Se o seu pet demonstra irritação com outros cães, adicionar outro à sua família não é uma boa ideia. Os sintomas agressivos incluem latir e atacar, pelo ouriçado, olhares firmes e rosnar.

Se isso descreve o seu cão, por favor, procure ajuda profissional de um adestrador. Você pode querer um outro cão, mas seu pet existente pensa de outra maneira. E um filhote de cachorro adorável não tem muitas chances de “ganhar do cão sobre”. Se seu cão realmente não quiser um novo amigo canino, ele não estará brincando. Seu cão está tentando lhe dizendo que ele não quer uma festa canina. Ele quer sair apenas com você.

2. Certifique-se que o cão que você está introduzindo é bom com outros animais

Se você está adicionando um cão novo à família ou apenas apresentando seu cão a um amigo em potencial, comece sempre analisando a atitude do outro cão com seus companheiros caninos. Seu cão pode ser amigável, mas se o outro cão não é, seu animal pode sair machucado.

Isto é especialmente importante se o seu cão é consideravelmente menor do que o outro. Um cachorro grande pode ferir facilmente um pequeno se a apresentação não for boa. Nem sempre é devido à uma agressão. Um cão adolescente brincalhão pode esmagar seu amigo menor sem querer machucá-lo. Então, faça sua pesquisa primeiro e faça perguntas. O cão é amigável com outros cães? Quantos outros cães ele tem ao redor? Qual o tamanho dos outros cães? Houve algum incidente? Saiba que alguns cães são bons com outros até que um item premiado entra em jogo, como comida ou um brinquedo. Não é uma boa festa se alguém acabar na sala de emergência!

3. Começar em território neutro

Depois de sua diligência, é hora de fazer apresentações! Comece com os dois cães na coleira, cada um com seu tutor, em território neutro. Fiquem suficientemente longe para que os cães podem facilmente ver uns aos outros, mas você pode mantê-los numa distância segura.

Verifique se os cães demonstram reações amigáveis, tais como a posição curva em arco ou saltar. Outro gesto amigável para um cão é abaixar-se, com as orelhas para trás e um corpo ondulado. Se os cães mantêm suas caudas altas, balançando, não é necessariamente uma saudação amigável. É um sinal de excitação e agitação. Assim, se o corpo de um cão está firme, alto, e ele tem uma cauda alta, sacudindo, vá devagar com a apresentação.

A medida que os cães vão se acostumando um com o outro, deixe eles se aproximarem mutuamente. Tente manter a coleira mais solta – a guia tensionada transmite ao seu cão um sentimento de tensão. Permita que os cães cheirem uns aos outros por cerca de cinco segundos, em seguida, chame-os cada um para um lado, acariciando quando eles retornarem aos seus donos.

Se este “cheira-cheira” flui bem, dê um passeio com os cães lado a lado, mas com alguns metros de distância para que você possa intervir, se necessário. Durante a caminhada, observe a linguagem corporal dos cães para interações amigáveis.

4. Tudo a seu tempo

Um dos maiores erros que as pessoas cometem são as interações precipitadas. Vá devagar. Deixe o comportamento dos cães lhe dizer como estão fazendo, mas não confie neles para fazer boas escolhas. Às vezes você acaba preso em uma festa com alguém que não foi exatamente o que você esperava, certo? Os cães podem às vezes começar bem, mas depois descobrir que eles realmente estão ficando nervosos uns com os outros. Você precisa ser um anfitrião atento para garantir que tudo vai bem.

Se você incluiu um cão novo à sua casa, não deixe seus cães soltos e desacompanhados até que eles provem que estarão seguros juntos. Isso pode levar um mês ou mais, e isso é normal. Se os seus cães são de tamanhos significativamente diferentes, você pode não ser capaz de deixá-los sozinhos com segurança, talvez nunca. Depende individualmente de cada cachorro e dos seus temperamentos.

Se isso parece um monte de trabalho apenas para introduzir um casal de cães, você está certo, mas vale a pena. Levar o tempo necessário para introduções seguras pode ajudar a prevenir sentimentos feridos e lesões. Pense nisso, pode ser um bom plano para coquetéis melhores, também!

Adaptado de http://moderndogmagazine.com/articles/how-introduce-dogs/91772