Dê a seu filhote as ferramentas certas. E divirtam-se juntos!

1. Faça o melhor treinamento dentro de casa para que você não tem um problema intratável mais pra frente.

Isto é especialmente importante com os cães pequenos que podem ser mais difíceis de treinar, em parte porque seus tutores lhes dão passe livre. Treinar em casa é sempre estar vigiando, evitando oportunidades para “acidentes” seu filhote começará a entender, por eliminação, o que é correto muito mais rapidamente.

Sim, os erros são inevitáveis, mas minimizá-los significa menos confusão quanto onde é um lugar apropriado para o xixi, por exemplo. A chave para o sucesso é uma rotina, mantendo uma programação que você pode prever quando seu filhote terá que “ir”. Por exemplo: Seu cachorrinho acorda? Leve-o imediatamente para fora para fazer o que precisa. Ele acabou de comer? Idem. Seu mascotinho nunca deve andar por aí sem supervisão. Gaste um tempo e esforço maior no inicio e tenha um cachorro mais educado e tranquilo muito mais rápido.

Filhote Chihuahua

2. Recompense os comportamentos que você gosta – e fique atento para não recompensar no momento errado

Mesmo atenção negativa é atenção e, portanto, pode recompensar ações que você não gostaria que fosses realizadas. Se o seu filhote pula em você, tente apenas ignorá-lo e, em seguida, redirecioná-lo ao invés de se envolver com ele. Se ele está procurando atenção saltando e você responde dizendo seu nome e empurrando-o para baixo, ele acabou de conseguir o que estava procurando!

3. Construa uma relação de confiança

Um cão confiante, bem ajustado é um cão feliz e relaxado. Muitos comportamentos “ruins” têm suas raízes no medo, não na agressão. Lembre-se de que seu cão está constantemente lendo você e imitando sua resposta emocional, então se você quer que seu cão seja mais confortável com cães grandes, por exemplo, seja você também. Se você estiver tenso, seu filhote se sentirá da mesma forma.

4. Saiam pra passear

A janela de tempo chave para a socialização de um filhote ocorre desde o nascimento até cerca de 12 a 16 semanas de idade. Isso significa que a partir do momento em que você trouxer seu novo cachorro para casa (geralmente com 8 a 12 semanas – não adianta ser antes pois há lições que seu filhote precisa aprender com a mãe e companheiros de ninhada), é absolutamente crucial que você exponha o seu cão a experiências positivas com outros cães, pessoas diferentes, lugares e sons.

5. Acostume seu cão com uma caixa de transporte

Dessa forma, se você precisar usar uma no futuro (férias, uma ida para o veterinário), ele felizmente ficará tranquilo lá, fazendo ambas as suas vidas muito menos estressante. Quando a Esther, um Dachshund, vê uma caixa de transporte, ela arranha-a até que alguém a deixe entrar porque foi ensinada a amar os transportadores quando filhote. (Petiscos e cobertores nunca são uma má ideia.)

6. Estabeleça as bases

É essencial que o seu cão saiba – e saiba bem – comandos básicos. Ter um comando “junto” bem treinado pode resultar em uma vida mais segura em uma emergência. E os modos do dia-a-dia, do tipo que tornam a convivência agradável, são muito importantes. Um cão que está sentado, por exemplo, não pode saltar. Pratique todos os dias. Uma sessão de prática de cinco minutos todos os dias (com guloseimas!) não só mantém as habilidades frescas na mente do seu cão, como é uma grande oportunidade de ligação.

7. Recompensa na hora certa

Você tem que oferecer uma recompensa no instante em que seu filhote faz algo de bom para que ele crie uma associação entre o pedir (“sentar”) e o deleite. Da mesma forma, não faz nada bem castigar o seu cão por uma poça que você descobre no chão. A menos que você o pegue no ato, ele não terá a mínima ideia de por que você está com raiva.

8. Gaste o maior tempo possível com seu cachorro

Os cães são animais sociais e, como tal, precisam estar ao redor de seu povo. Você quer construir a fundação para um vínculo sólido, ao longo da vida. Ensine seu filhote o que você gosta e faça divertidamente! (Pense muito de pequenos petiscos saborosos)

9. Consistência, consistência, consistência

Defina regras consistentes para que o seu cão saiba o que esperar. Não quer seu cão no sofá? Então nunca o deixe no sofá! Parece básico, mas muitas pessoas fazem exceções às regras, deixando seus cães confusos.

10. Não permita que crie agressividade com a comida

Coloque o prato de comida do filhote no chão, deixe-o comer um pouco e, em seguida, tire. Coloque algo saboroso junto à comida em seguida, ofereça de volta para ele. Repita. Trabalhe a forma do cão ser capaz de lidar com o alimento ao invés de tentar protegê-lo e se tornar agressivo.

11. Lembre-se que seu cão sempre quer agradá-lo

Então, dê-lhe as ferramentas certas para fazer. E divirtam-se juntos!

Adaptado de http://moderndogmagazine.com/articles/11-steps-raising-perfect-puppy/101491