Alzheimer Canino? Saiba mais sobre a doença e como prevenir o seu cão

Com o passar dos anos, muitas coisas começam a mudar, né? O ritmo, a força e a saúde não fica de fora. Isso acontece nos humanos e também nos bichinhos, a saúde passa a ficar cada vez mais frágil e aí a gente precisa ficar de olho para não sofrer com alguma doença mais grave, já que o corpo não possui o mesmo ritmo de recuperação.

Você sabia que a Disfunção Cognitiva Canina, doença conhecida como Alzheimer Canino, é comum entre os bichinhos com mais de 10 anos?

O difícil nesse caso, é a percepção da doença. Como ela atua na mente do cachorro, nem sempre os tutores conseguem identificar os sintomas. Se liga nas dicas!

Como perceber o Alzheimer Canino?

Como qualquer doença, o Alzheimer fará com que o comportamento do seu cão não seja o mesmo. Ele poderá apresentar os seguintes sintomas:

  • Alteração do sono (perda de sono ou sono em excesso)
  • Desorientação (um pouco perdido)
  • Dificuldade para reconhecer as pessoas / locais
  • Impaciência
  • Agressividade
  • Ausência de respostas aos comandos mais simples

O animal pode começar a perder velhos hábitos, como fazer xixi em um lugar que não era o de costume, se ele fizer isso com frequência, pode ser um sinal. Por isso é bem importante que os tutores prestem atenção ao comportamento do animal, essa será a melhor forma de perceber se está acontecendo alguma coisa de errado.

E o diagnóstico, como funciona?

É sempre importante lembrar que qualquer alteração percebida, você deve levar o cão para um diagnóstico profissional, para que você tenha certeza de que se trata de uma doença.

Leia também: Banho no cachorro no inverno, quais as melhores práticas?

Se o diagnóstico for confirmado e o seu cachorro estiver com Alzheimer, o melhor é que você já procure um tratamento para ele, com a ajuda de uma terapia e medicamentos para aliviar os sintomas, já que assim como nos humanos, nos cães o Alzheimer também não possui cura.

Como se prevenir do Alzheimer Canino? Brincar é o melhor remédio!

Assim como nos humanos, a melhor forma de se prevenir do Alzheimer é manter a mente e o corpo ativos. Como podemos fazer isso com os cães? Brincando!

A melhor forma de manter o seu cãozinho ativo e saudável, é proporcionar momentos para ele brincar, quanto mais desafiadoras forem as brincadeiras, mais legal pode ser esse momento, assim ele irá se esforçar e usar bastante o cérebro. Mantenha seu cãozinho ativo, sempre que puder, essa é uma ótima forma de cuidar da saúde dele.

Dúvidas? Fale com o seu veterinário, ele sempre será a melhor fonte de informação 🙂